Datas EspeciaisJulho Amarelo

Voltar

A campanha Julho Amarelo objetiva a conscientização sobre as hepatites virais, trazendo orientações para cuidados e prevenção.

 

Apresentamos, abaixo, definições, sintomas e outras informações sobre essas doenças, de acordo com o Ministério da Saúde e com o Dr. Dráuzio Varella.

 

- Hepatites virais: ­­­­­­­­ seis diferentes tipos de vírus podem atingir o fígado, sendo responsáveis por:

 

·      Hepatite A – um dos tipos mais comuns, como as hepatites B e C. É causada pelo vírus HAV, transmitido por via oral-fecal, principalmente por alimentos ou água contaminados. Uma vez infectada, a pessoa desenvolve imunidade para o resto da vida. Já foram produzidas duas vacinas contra a hepatite A.

 

·      Hepatite B – causada pelo vírus HBV, transmitido principalmente por relações sexuais sem proteção, de mãe para filho (pela amamentação ou na gestação), por ferimentos, por transfusão de sangue, ou pelo compartilhamento de seringas. Já existem tratamentos eficazes para controlá-la, além de vacina para preveni-la.

 

·      Hepatite C – causada pelo vírus HCV, transmitido pelos mesmos meios que o vírus causador da hepatite B. Há tratamentos da doença que funcionam para mais de 90% dos casos, sendo uma das poucas enfermidades crônicas que podem ser curadas.

 

·     Hepatite D – considerada a forma mais grave de hepatite viral crônica, é causada pelo vírus HDV. Se contaminado, o indivíduo será orientado a fazer o tratamento para hepatite B. As formas de transmissão também são idênticas às da hepatite B.

 

·    Hepatite E – é uma infecção causada pelo vírus HEV, transmitido pelas vias oral-fecal, combatido pelo próprio sistema imunológico, sem tratamento específico.

 

·      Hepatite G – segundo o Atlas da Saúde, é provocada pelo vírus HGV, responsável apenas por 0,3% das hepatites virais, transmitido, sobretudo, pelo contato sanguíneo. Descoberta recentemente, a hepatite G tem as consequências de sua infecção e algumas de suas formas de transmissão ainda desconhecidas.

 

São recomendados exames, para verificar se o vírus está no organismo, pois, normalmente, a hepatite destrói o fígado de forma silenciosa, sem apresentar sintomas. Quando a doença ocorre de forma aguda, os sintomas são tão comuns que nem chamam muito a atenção do infectado.

 

 

O Colégio Eduardo Gomes apoia essa causa.




Endereço

Rua Major Carlo Del Prete, 1120
São Caetano do Sul - SP
Funcionamento
Segunda a sexta, das 7h às 22h
(Horário reduzido durante a pandemia)

Atendimento ao Público
Segunda a sexta, das 7h às 19h
Telefone
(11) 4229-2919

Fale Conosco Trabalhe Conosco
Copyright© - Colégio Eduardo Gomes
Agência WebSide